Notícias / Polícia

Presos são flagrados com eletrônicos e drogas no estômago após volta de 'saidinha' em penitenciária de Bauru

Um dos presos ingeriu mais de 100 porções de cocaína e outros engoliram minicelulares e placas de celular; material foi detectado por escâner corporal e expelido sem a necessidade de cirurgia.

G1 Bauru e Marília

Oito detentos do Centro de Progressão Penitenciária (CPP II) de Bauru (SP) que retornavam da saída temporária na segunda-feira (21) foram flagrados tentando entrar na unidade com drogas e aparelhos eletrônicos dentro do estômago. Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), os presos foram surpreendidos após o escâner corporal detectar imagens suspeitas. Questionados, todos admitiram que haviam engolido o material ilícito. Eles foram isolados na enfermaria e conseguiram expelir os objetos, sem a necessidade de cirurgia. Apenas um dos sentenciados expeliu 109 porções de cocaína. Foram apreendidos, ainda, 36 invólucros de maconha com outro detento, que também engoliu dez saquinhos plásticos contendo cocaína. Mais 41 porções de maconha foram engolidas por três presos. Os agentes flagraram também eletrônicos no estômago dos presos. Dois deles engoliram juntos seis placas de minicelulares, sendo cinco delas com apenas um deles. Um outro sentenciado expeliu dois minicelulares. Outros dois detentos ainda tentaram entrar na unidade com porções de maconha e cocaína escondidas na bermuda, mas também foram flagrados pela equipe de inspeção. As drogas e os aparelhos eletrônicos foram encaminhados à Polícia Civil para registro de boletim de ocorrência. A direção da unidade instaurou um procedimento interno disciplinar, que deverá culminar na regressão dos detentos para o regime fechado. Com ajuda de um cão farejador, agentes do CPP II também encontraram mais de 300 porções de drogas e celulares escondidos na estrada de acesso à unidade.
 
Nenhum comentário até o momento, seja o primeiro a comentar!
Dê sua opinião

 

 

 

 
 
 
Copyright © 2011 Rádio Osvaldo Cruz - Todos os direitos reservados