Notícias / Polícia

Justiça mantém prisão de casal acusado de matar personal trainer com mais de 30 facadas

Andressa Serantoni foi morta durante briga em 12 de agosto de 2020, em São José do Rio Preto (SP).

G1 Rio Preto e Araçatuba

A Justiça manteve a prisão do casal acusado de matar a personal trainer Andressa Serantoni com mais de 30 facadas, em São José do Rio Preto (SP). O crime foi registrado no dia 12 agosto de 2020. Joel Fernandes Santos e Sidileide Normanha da Paixão Santos foram presos em flagrante e denunciados pelo Ministério Público (MP), em 10 de novembro, por homicídio triplamente qualificado por motivo fútil, crueldade e recurso que dificultou a defesa da vítima. Eles também foram denunciados por homicídio tentado duplamente qualificado por motivo torpe e crime praticado para garantir a execução de outro crime.
 
Nenhum comentário até o momento, seja o primeiro a comentar!
Dê sua opinião

 

 

 

 
 
 
Copyright © 2011 Rádio Osvaldo Cruz - Todos os direitos reservados