Notícias / Polícia

Idoso morto após ataque de abelhas entrou em lago municipal para escapar de enxame: 'Saiu gritando', diz filha

Luiz Batista Sipioni, de 68 anos, era servidor municipal e foi atacado por enxame enquanto roçava o local; filha diz que pai não sabia sobre abelhas na área.

G1 Bauru e Marília

O pai continuava a atuar como auxiliar de serviço, mesmo após aposentar. Porém, já fazia dois dias que a prefeitura havia remanejado o servidor para roçar o lago municipal. A filha do funcionário da prefeitura de Boraceia (SP) que morreu após ser atacado por um enxame contou ao g1 que uma testemunha viu quando o pai se jogou às pressas no lago municipal para tentar escapar das abelhas. Luiz Batista Sipioni morreu nesta segunda-feira (17) após levar centenas de picadas de abelhas enquanto roçava o lago municipal. Ele foi levado para o centro de saúde da cidade, mas chegou na unidade já sem vida. De acordo com a filha, ela acredita que as abelhas teriam atacado o idoso por se incomodarem com o barulho da máquina de roçar. Ainda segundo Talita, o pai estava aposentado, mas continuava trabalhando. A morte dele abalou os familiares. Luiz deixa a companheira e três filhos. Em nota, a prefeitura de Boraceia afirmou que não tinha conhecimento da existência de abelhas perto do lago municipal e que não recebeu solicitação para a remoção do enxame. A nota ainda informa que, nesta terça-feira (18), o Corpo de Bombeiros de Pederneiras (SP) esteve no lago municipal fazendo uma varredura em busca de colmeias no local. "No final da tarde de terça-feira, os bombeiros atestaram que que as abelhas em questão eram apenas de temporada, e que não existem colmeias no local", finaliza. A prefeitura informou que abrirá processo administrativo para apurar as causas do acidente e que está prestando assistência para a família.
 
Nenhum comentário até o momento, seja o primeiro a comentar!
Dê sua opinião

 

 

 

 
 
 
Copyright © 2011 Rádio Osvaldo Cruz - Todos os direitos reservados