Top 5 Califórnia

1
. .
2
. .
3
. .
4
. .
5
. .
 
Peça sua Música

 
 

Notícias / Acontece

Vizinhos do antigo Plimec fazem nova denúncia sobre cracolândia

Presidente da Câmara inicia busca de solução junto à Promotoria

Da redação

OSVALDO CRUZ - A situação constrangedora para quem mora na região do antigo Plimec ganha, a cada dia, um novo capítulo. Na manhã desta quinta-feira, 8, uma ouvinte do programa Panorama 97, da rádio Califórnia FM, relatou que passou praticamente uma noite em claro, graças à balbúrdia causada pelos usuários de droga que frequentam o local diariamente. “Estou acordada desde 1h30 da manhã. Você acha isso justo? Eles quebraram garrafas, bateram portão e depois começou uma briga. E isso já era 3 horas da manhã”, disse a ouvinte do Panorama 97. A reclamante disse que acionou a Polícia Militar. Os policiais, no entanto, não chegaram a descer da viatura. “Eles ficam perto do posto de gasolina, olhando de dentro da viatura. Eles não descem.”, disse. Segundo a reclamação, o problema no local já dura seis anos. Ajuda na Promotoria Em busca de uma solução para o problema que se tornou o ponto do antigo Plimec, o presidente da Câmara de Osvaldo Cruz, Luizinho Gumiero (PV) iniciou conversas junto à Promotoria da Comarca. “Fiz um ofício pela Câmara e até fui acompanhado pelo advogado da Câmara, Marcelo Decúrcio. O promotor pediu para que fizéssemos algumas fotos do local, para que ele fizesse uma análise para tomar as providências”, explicou Luzinho. Prefeito diz que prédio vizinho vai abrigar posto de saúde Anteriormente, o prefeito de Osvaldo Cruz, Edmar Mazucato (PSDB), explicou que no final do ano passado a obra de construção do posto da Vila Paraízo foi retomado, mas houve problema novamente com a empreiteira vencedora da licitação. "Em breve esses problema serão resolvidos e a obra novamente vai ser retomada e deve acabar com o acesso ao prédio", destacou. "Quanto ao acesso desses vândalos que ficam ali usando drogas eu penso que isto é problema de Polícia. Muitas vezes chamamos até o Capitão [Alexandre] Kihara e ele determina que a Polícia faça a retirada desses dependentes de drogas lá do local. Mas uso de maconha, crack, cocaína e outros entorpecentes não é um problema de Osvaldo Cruz, mas do Brasil. Vamos reunir o setor social com as autoridades de Segurança e ao meu ver a saída será expulsar essas pessoas daquele lugar. Já colocamos grade, já pedimos ajuda da Polícia, agora se não houver jeito talvez tenhamos que demolir lá o que sobrou daqueles vestiários. É realmente um problema que precisamos resolver", disse Mazucato.
 
Nenhum comentário até o momento, seja o primeiro a comentar!
Dê sua opinião

 

 

 

 
 
 
Copyright © 2011 Rádio Osvaldo Cruz - Todos os direitos reservados