Top 5 Califórnia

1
. .
2
. .
3
. .
4
. .
5
. .
 
Peça sua Música

 
 

Notícias / Acontece

Autor de lei explica inclusão de autistas em atendimentos preferenciais

Bitinha justifica inclusão nos atendimentos de portadores de espectro caracterizado por dificuldades de convívio social

Da Redação

OSVALDO CRUZ - Por que incluir os portadores de espectro autista e não outros tipos de deficientes em uma lei municipal que prevê atedimento preferencial em locais públicos como bancos, lotéricas, serviços públicos onde haja concentração de pessoas? De acordo com o vereador Luis Ricardo Spada Bonfim, o Bitinha (PSDB), a resposta é clara: a dificuldade que os portadores da síndrome têm em se relacionar com outras pessoas. "Agradeço aos colegas vereadores que aprovaram a lei 8/2018. A ideia surgiu em abril por conta do Dia Mundial do Autismo (comemorado no dia 8) e propusemos a mudança e contamos com os colegas e o prefeito Edmar Mazucato para aprovação e sanção da lei. E ainda agora cabe ao município regulamentar", disse Bitinha. O vereador destacou que agora o setor de fiscalização do município está notificando bancos, lotérias e outros locais onde haja filas ou atendimentos no sentido de sinalização do serviço preferencial. "Contamos com o entendimento de todos porque os familiares dos portadores do espectro autista sabem que há uma limitação e ou dificuldades onde estão presentes muitas pessoas. Assim a lei veio para facilitar esse processo", justificou Bitinha.
 
Nenhum comentário até o momento, seja o primeiro a comentar!
Dê sua opinião

 

 

 

 
 
 
Copyright © 2011 Rádio Osvaldo Cruz - Todos os direitos reservados